Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Deus, o criador de tudo, também é a fonte de todas as respostas. Assim, parece-me que será o melhor estratega militar da história. Já viram a quantidade de guerras e batalhas em que o Povo de Israel, o seu povo eleito para testemunhar o amor que Deus tem por todos os Povos, se envolveu? 

A Madre Teresa Calcutá responde assim:

-"Não utilizemos bombas e canhões para vencer o mundo. Usemos o amor e compaixão."

Mas, tu que estás a ler este post, poderás pensar: - Que utópico!

Será?

IMG_1803.JPG

Lembrei-me da oração que fazemos cá em casa em quase todas as noites: nós adotámos um terrorista (desculpa James, uma ovelha perdida) e rezamos pela sua conversão. Temos um cartão com essa oração. Demora 15 segundos.

Mas, se calhar não te consegui convencer! Continuas a pensar: - Que utópico!

 

Então o que me dizes a isto:

-" Demos o nosso sorriso cinco vezes por dia a uma pessoa a quem não temos verdadeiramente vontade de sorrir. Façamo-lo pela paz".

Agora diz-me lá: se tu, a tua família, os teus amigos, os teus colegas e todos os teus conhecidos o fizessem, continuaria a ser utópico? Não passaria a ser uma verdadeira possibilidade de paz? Quem pensou que a responsabilidade de manter a paz era dos políticos e governantes? Eu pensei, e por isso durante muito tempo não me importei com isso. Hoje sei que a responsabilidade é também minha. 

E termino com este conselho, para os momentos que temos de sofrimentos, angústia e tristeza:

- "O sofrimento em si mesmo não vale nada. Mas o sofrimento unido à Paixão de Cristo torna-se um dom maravilhoso, um sinal do seu amor".

 

O quê? Unido como?

- "(...) a Paixão de Cristo termina sempre com a alegria da sua Ressurreição." Ou seja, só nos temos que lembrar que:

1 - Deus é nosso Pai, e como qualquer Pai sabe o que dar aos seus filhos, muito melhor do que os próprios: "Pedi e recebereis".

Aqui permiti dar-Vos outro conselho, com base em experiência própria: tende muito cuidado com o que pedis, pois pode ser-Vos dado à letra!

2 - Depois da tempestade, vem a bonança. "(...) Lembrai-Vos que a ressurreição vem a seguir, e com ela a alegria da Páscoa";

 

E não há dois sem três... conselhos:

- "Ajudar um cego a escrever uma carta, ou um simples ir ter com ele, sentar-se a seu lado, escutá-lo, ir pôr as suas cartas ao correio, visitar alguém, levar-lhe uma flor, é pouca coisa. Mas nunca este pouco é demasiado pequeno. É o nosso modo de pôr em prática o amor que temos a Cristo".

Madre Teresa de Calcutá, 

in Oração: Frescura de uma Fonte, Editora Paulus, pag.s 25 a 27

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo