Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Li um pequeno e simples artigo num site católico da Conferência dos Bispos da Australia, Catholic Enquiry Centre, que gostei muito. Poderão ler em inglês AQUI.

Mas como nem todos percebemos muito bem, deixo aqui a minha tradução do mesmo, pois responde a uma pergunta que se coloca imperiosamente: será que a Páscoa tem sentido nos dias de hoje?

 

IMG_5365.JPG

O Domingo de Páscoa é um dia comemorado por todos os cristãos. Jesus ressuscitou dentre os mortos. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jn 3, 16). Jesus vive! Ele não está morto! Ele conquistou a morte.

Para os cristãos, a vida na terra é a primeira fase de uma jornada. A maior parte da vida deve ser vivida com Deus, com Jesus Cristo na eternidade. Nós nos preparamos neste mundo para um futuro de amor, alegria eterna e paz com Jesus, onde a dor e o sofrimento não existirão, "Onde toda lágrima será enxugada." (Ap 21: 4) Amor e alegria real!

Num mundo imperfeito, um cristão sempre vive com esperança, porque Cristo conquistou a morte e todo o mal que ela traz. O mal que nos acontece neste mundo - que parece nos conquistar com a morte - nunca vai ter a palavra final. Estamos apenas numa jornada para a eternidade. Isto, em poucas palavras, é a mensagem da Páscoa.

Mas, como poderá a Páscoa contribuir para nossas vidas neste mundo?

Há muitas questões contemporâneas para discutir e resolver. Poderemos perguntar: o que aconteceu com o nosso mundo?

 

GUERRA hoje!

Após uma breve pesquisa on-line, de acordo com o professor Goldstein de Relações Internacionais.com, atualmente há "10 guerras e 5 graves conflitos armados" em todo o mundo. Outro site chamado warsintheworld.com declarou que há atualmente um "total de 67 países envolvidos em guerras nos 5 continentes lutando 696 milícias-guerrilhas e grupos separatistas".

 

REFUGIADOS!

Por causa de todas estas guerras acontecendo em simultâneo, milhões de pessoas estão sendo deslocadas de suas aldeias e países de origem. A crise é profundamente sentida e vivida na Europa. O sonho de uma Europa unida sem fronteiras pode continuar a ser um sonho por mais algum tempo.

Um relatório preparado para o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, em dezembro de 2015, mencionava: "Em 2014 mais de 200.000 refugiados e migrantes fugiram para segurança em todo o Mar Mediterrâneo. Amontoados em barcos lotados, inseguros, milhares se afogaram, o que levou o papa Francis a avisar que o mar poderia se tornar  um cemitério em massa. Os primeiros meses de 2015 não viram nenhuma pausa. Somente em abril, mais de 1.300 pessoas se afogaram. "

Na Síria, de acordo com o artigo da World Vision no dia 22 de março de 2016, o país enfrenta uma grande crise com "13,5 milhões de pessoas na Síria que precisam de ajuda humanitária, 4,6 milhões de sírios são agora refugiados e 6,6 milhões estão deslocados dentro da Síria" sendo metade crianças.

As crianças afetadas pelo conflito sírio correm o risco de ficar doentes, desnutridas, abusadas ou exploradas. Milhões foram forçados a deixar a escola. A maioria dos refugiados sírios permanece no Oriente Médio, na Turquia, no Líbano, na Jordânia, no Iraque e no Egito; cerca de 10 por cento dos refugiados fugiram para a Europa ". As notícias recentes que assistimos na televisão incluíam ataques no coração do continente europeu e um contra mulheres e crianças brincando em um parque no Paquistão no dia da Páscoa.

 

OUTROS PROBLEMAS

Além destes, há também outras questões que o mundo enfrenta: o abuso de crianças, a eutanásia, o hedonismo e a ascensão do ateísmo, etc... Então, com tudo isso, a Páscoa ainda tem significado em nosso mundo hoje? Para os cristãos que acreditam no poder da oração e no poder do bem sobre o mal, a resposta curta é sim.

O mundo precisa de pessoas de boa vontade, cristãs e não-cristãs, para se envolverem mutuamente, mostrar que se importam e esperam por uma vida de paz. Jesus veio para artilhar a vida eterna conosco e para nos trazer a paz.

O que devo fazer agora?

É aqui que entra a Páscoa.

Deus amou-nos primeiro. Em Jesus Cristo, Deus venceu a morte e o mal. Para que participemos da vitória de Cristo, somos convidados a retribuir o amor a Deus, amando todos aqueles que Deus ama - aceitando todas as pessoas de todos os âmbitos, compartilhando todas as boas e belas bênçãos da terra e de nossas vidas com elas.

Isso não requer nada extraordinário de mim. Eu não preciso ser um herói. Na minha pequena realidade, eu posso chegar às pessoas, ou mesmo a apenas a uma pessoa, e mostrar aquela pessoa que eu me importo, que eu amo, que eu espero. A meu modo, posso permitir que a bondade de Deus tenha a última palavra sobre qualquer coisa que possa trazer o mal ou a morte.

Então, a Páscoa será realmente significativa.

 

autora do texto:  Roslyn Rajasingam

roslyn-rajasingam-100x100.jpg

 

 

 

 

 

Fontes de informação da autora:

1  Source: http://www.internationalrelations.com/wars-in-progress/
2  Source: http://www.warsintheworld.com/?page=static1258254223
3  Source: http://www.unhcr.org/cgi-bin/texis/vtx/home/opendocPDFViewer.html?docid=56bb369c9&query=how%20many%20wars%20are%20being%20fought%20today
4  Source: https://www.worldvision.org/wv/news/Syria-war-refugee-crisis-FAQ

 

IMG_1792.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo