Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O homem é BOM

18.08.16

No ultimo fim de semana nós aceitamos o convite do Club Aveiro TT

_DSC4840 (1).JPG

 

O James gosta muito de TT e do seu Vitara. Portanto, nada mais divertido do que ir no jipe do papá para um grande passeio.

Fomos bem recebidos pelos membros do Club: muito simpáticos e acolhedores!

Saímos às 9h00 de Aveiro e fizemos um trilho para os lados de Albergaria-a-Velha e Águeda. Qualquer viatura 4x4 poderia ter participado. O passeio terminaria numa praia fluvial para almoço e banhos refrescantes.

 

A atividade era gratuita, sendo o almoço da responsabilidade de cada família.

Eu e o Xavier, um pouco novatos nestas andanças (com pessoal de Clubs) estavamos entusiasmados, ambos com as nossas cameras na mão.

O meu filho tinha tido a sorte do avó lhe ter dado uma camera vintage de rolo que já não funcionava.

_DSC4833 (1).JPG

Eu observei paisagens e caminhos. Tirei muitas fotos.

A determinada altura, porque a paisagem mudou, recordei uma história importante: a história da  salvação da humanidade.

 

Um belo dia Deus, o Todo Poderoso, decidiu criar o universo.

Não havia qualquer material.

Nada existia.

Deus não podia alterar ou manipular o quer que seja porque não existia o mundo material. 

Ele, de livre vontade, decidiu criar. Não foi fruto de mero acaso, de "automatização cósmica acidental ou descontrolada".

Deus entusiasmou-se na sua criação e verificou que tudo era muito bom.

_DSC4705.JPG

_DSC4994.JPG

Consequentemente Deus "despejou baldes" da sua própria bondade nessa nova realidade. Quer dizer que o homem foi banhado pela bondade natural. O homem foi criado à semelhança de Deus nas suas capacidades, possuindo o potencial da vida.

A origem do homem é Deus, como tal a sua realização plena só poderá ser em comunhão com a sua origem e essência, ou seja, o seu criador. 

_DSC4951.JPG

Ele incute no homem um papel especial: liderança responsável sobre tudo e todos.

Mas Deus não fica por aqui. Porque ele nos amou desde o primeiro segundo, liberta-nos para podermos decidir se retribuíamos o seu amor sem pressões, obrigações ou deveres.

Para um pai ou mãe este é o aspeto mais sensível da relação entre pais e filhos, certo? Nunca poderemos obrigar filhos a gostarem dos pais, mas se isso acontece é profunda a alegria porque sabemos que é um sentimento genuíno. 

Conclusão: a humanidade não é má por natureza! Não somos uma fonte do mal!

 

Não somos?

 

Não. Mas... 

Neste passeio vi sinais da maldade dos homens. O homem não tem um lado bom e um lado mau?

_DSC4857.JPG

_DSC5105.JPG

Não, não tem.

O homem é naturalmente bom.

Pensando bem, de facto só poderia ser assim. Se nós somos fruto da criação de Deus e se Deus é o verdadeiro Deus, então nós somos uma criação perfeita. Um verdadeiro Deus não faz asneiras!

 

Então porque é que criamos e espalhamos o mal?

 

Cara/o Amiga/o desculpa-me!

A história continua no próximo post.

 

 

Entretanto, poderás ler estes posts:

Post sobre a teoria do Big Ban

Post: Eu acredito em Deus

Post: Adão e Eva, qual a verdade?

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo